Alimentação Saudável até 2 anos de idade – 10 Passos

Este material tem propósito informativo e não dispensa a necessidade de consulta a profissional qualificado e habilitado

dicas-alimentacao-02anos-1A alimentação saudável é essencial para o adequado crescimento e desenvolvimento da criança, e atua prevenindo doenças a curto e longo prazo (anemia, obesidade, hipertensão, diabetes tipo 2, alterações de colesterol).

E como a alimentação está diretamente relacionada á saúde, o Ministério da Saúde, através da política Nacional de Alimentação e Nutrição, preconizou “Os Dez Passos da Alimentação Saudável”:

PASSO 1.
Dar somente leite materno até os seis meses, semoferecer água, chás ou qualquer outro alimento. O leite materno contém tudo o que a criança necessita até os 6 meses deidade, inclusive água, além de proteger contra infecções.

PASSO 2.
A partir dos 06 meses, oferecer de forma lenta e gradual outros alimentos, mantendo o leite materno até os dois anos de idade ou mais. Após os 06 meses, o organismo da criança já está preparado para receber alimentos diferentes do leite materno, os alimentos complementares, incluindo água nos intervalos das refeições. Mas é importante manter o aleitamento.

PASSO 3.
A partir dos seis meses, dar alimentos complementares - cereais, tubérculos (raízes), carnes, frutas e legumes, 03 vezes ao dia, se a criança receber leite materno, e05 vezes ao dia, se estiver desmamada. Se a criança está em aleitamento materno, três refeições por dia (02 papas salgadas + 01 papa de fruta) são suficientes para garantir uma boa nutrição e crescimento no primeiro ano de vida. No segundo ano de vida, devem ser acrescentados 02 lanches ao dia, com fruta ou leite. Se a criança não está mamando no peito, deve receber cinco refeições ao dia (02 papas salgadas + 3 porções de leite + frutas) já a partir do sexto mês. Não se deve usar Mel no primeiro ano devido ao risco de botulismo.

PASSO 4.
A alimentação complementar deve ser oferecida sem rigidez de horários, respeitando-sea vontade da criança. Crianças amamentadasem livre demanda desenvolvem boa capacidade de distinguir as sensações de saciedade e de fome. Esquemas rígidos de alimentação atrapalham esse processo de auto controle da criança. É importante que as mães aprendam a distinguir o desconforto do bebê por fome de outros tipos de desconforto (sono, frio, calor, fraldas molhadas ou sujas, dor, necessidade de carinho), não insistindo em oferecer alimentos à criança quando esta não está com fome.

dicas-alimentacao-02anos-2PASSO 5.
A alimentação complementar deve ser espessa desde o início e oferecida decolher; começar com consistência pastosa (papas /purês) e, gradativamente, aumentar asua consistência até chegar à alimentação da família. No início da alimentação complementar, os alimentos oferecidos à criança devem ser preparados separadamente, sob a forma de papas/purês de legumes/cereais/frutas (alimentos de Transição). Após os 08 meses, podem ser oferecidos os mesmos alimentos preparados para a família, amassados ou desfiados Para oferecer líquidos e água , preferir copinhos a mamadeiras, o que pode atrapalhar o aleitamento.

PASSO 6.
Oferecer à criança diferentes alimentos ao dia. Uma alimentação variada é uma alimentação colorida.A criança deve acostumar-se a comer alimentos variados, evitando monotonia da dieta e garantindo a quantidade de ferro e vitaminas necessárias. A formação dos hábitos alimentares saudáveis deve começar cedo. Os alimentos devem ser oferecidos separadamente, para que a criança aprenda a identificar as suas cores e sabores. Colocar as porções de cada alimento no prato, sem misturá-las.

PASSO 7.
Estimular o consumo diário de frutas, verduras e legumes nas refeições. As crianças devem acostumar-se a comer frutas, verduras e legumes desde cedo, pois são importantes fontes de vitaminas, cálcio, ferro e fibras.Para temperar os alimentos, recomenda-se o uso de cebola, alho, óleo, pouco sal e ervas (salsinha, cebolinha, coentro).

PASSO 8.
Evitar açúcar, café, enlatados, frituras, refrigerantes, balas, salgadinhos e outras guloseimas, nos primeiros anos de vida. Usar sal com moderação. O açúcar só deve ser usado na alimentação da criança após um ano de idade. Deve-se evitar alimentos industrializados e condimentados muito condimentados (catchup, mostarda)

PASSO 9.
Cuidar da higiene no preparo e manuseio dos alimentos; garantir o seu armazenamento e conservação adequados. Para uma alimentação saudável, deve-se usar alimentos frescos, maduros e em bom estado de conservação. Devem ser preparados pouco antes do consumo, nunca oferecendo restos de uma refeição, pelo risco de contaminação.

PASSO 10.
Quando a criança estiver doente, oferecer sua alimentação habitual e seus alimentos preferidos, respeitando a sua aceitação. As crianças doentes, em geral, têm menos apetite. Por isso, devem ser estimuladas a se alimentar, sem serem forçadas a comer. O ideal é oferecer um menor volume de alimentos, e aumentar a frequência das ofertas. Deve-se também aumentar a oferta de líquidos.


Email